Notícias
  • Portos transformados em Centros da Cadeia Logística

      2015-09-06
    Fonte:

    Transformados em centros da cadeia logística, os portos passaram por profundas mudanças, que envolvem desde a sua organização espacial até as relações capital-trabalho.

    Decerto o porto é um fator de desenvolvimento…mas qual a visão dos atores envolvidos no contexto da cadeia logística global? Iniciativas setoriais como o PELC- Plano de logística e Cargas do Estado do Rio de Janeiro é exemplar, na medida em que insere o porto como fator de relevância e busca desenhar a visão de futuro para a Plataforma Logística do Rio de Janeiro.

    No plano geral, vale lembrar estudos sobre as redes logísticas e o novo papel dos portos na economia global expressam a posição de aeroportos, hidrovias, corredores continentais e, principalmente, portos que se transformam em pontos nodais das redes logísticas, exigindo contudo a incorporação de uma série de inovações, organizacionais ou físicas, que envolvem a logística. (Rejane CA).

    No caso específico dos portos, transformados em centros da cadeia logística, observamos a incorporação de novas tecnologias ligadas ao transporte, manuseio e processamento de informação das cargas acondicionadas em contêineres – transporte porta-a-porta. Mudam a posição dos portos na cadeia de transportes, sua organização espacial e as relações capital-trabalho na orla portuária mundial.

    Como tentativa de solucionar as questões relativas à configuração geográfica das redes logísticas
    foi desenvolvido o conceito de plataforma logística.Trata-se basicamente de um espaço físico de grandes dimensões, equipado com um misto de superfícies livres, infra-estruturas e armazéns para a concentração e redistribuição de cargas em processo de circulação, e onde as infra-estruturas de telecomunicações (ou infoestruturas) desempenham um papel relevante. No local, estabelecem-se, de forma temporária ou permanente, as próprias empresas de serviços logísticos, sendo que algumas delas, que atuam como âncoras, têm participação acionária na gestão econômica e financeira do complexo. (SILVA, 2003, p. 89)


© SABER GLOBAL - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por SUED Design