Notícias
  • Renováveis fazem Portugal economizar 850 milhões de euros

      2014-01-27
    Fonte:

    Em 2013, Portugal registrou o maior índice de geração de energias renováveis de sua história, evitando a emissão de 13 milhões de toneladas de gases efeito estufa na atmosfera. A energia gerada de maneira sustentável abasteceu mais de 58% da demanda do país, e trouxe uma significativa redução de gastos para os portugueses, que deixaram de gastar quase 850 milhões de euros.

    Depois de autoridades, investidores e engenheiros perceberem o potencial das energias renováveis no país europeu, a geração a partir dos recursos naturais vem recebendo cada vez mais incentivos – seja por meio dos parques eólicos, usinas hidrelétricas ou dos projetos de usinas solares. Somente em 2013, a geração de eletricidade por meio dos ventos aumentou quase 20% em relação aos anos anteriores, graças à criação de novos parques eólicos.

    Mesmo respondendo por menos de 1% da demanda energética total de Portugal, o potencial fotovoltaico do país europeu aumentou em 25% em comparação a 2012. Segundo o site português Greensavers, as usinas hidrelétricas mais que dobraram suas atividades no mesmo período analisado, graças ao aumento da umidade no território português nos últimos meses.

    Especialistas também dizem que a indústria da energia limpa assume papel fundamental no enfrentamento da crise econômica pela qual passa o país. “Esta é uma mostra de que os investimentos em energias renováveis, numa primeira fase, podem necessitar alguns apoios, mas, a médio ou longo prazo, acabam por dar um enorme benefício ao país, do ponto de vista do emprego, da economia e do ambiente”, comentou ao portal Renascença Francisco Ferreira, presidente da Quercus, associação ambiental portuguesa.

    CicloVivo


© SABER GLOBAL - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por SUED Design