Notícias
  • Portos: Movimentação de Contentores cresce 14% em 2014 em Itajaí

      2014-03-30
    Fonte:

    O Complexo Portuário do Itajaí movimentou 169,93 mil TEUs nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, com um total de 1,73 milhão de toneladas. O avanço foi de 14% com relação ao primeiro bimestre do ano passado, quando o Porto Público e demais terminais que compõem o Complexo operaram 149,1 mil TEUs.

    A movimentação de cargas no Complexo Portuário do Itajaí foi considerada excelente em fevereiro de 2014, Juntos, o Porto Público e demais terminais instalados às margens direita e esquerda do rio homônimo operaram 89,29 mil TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés). O avanço, em relação a fevereiro do ano passado, foi de 17%. No entanto, os volumes movimentados no segundo mês do ano superaram, inclusive, as cargas de janeiro em praticamente 3 mil TEUs, o que elevou significativamente a média diária, de 2,37 mil TEUs, no primeiro mês do ano, para 2,71 mil TEUs, no último mês.

    O acumulado de cargas no primeiro bimestre do ano ficou em 169,93 mil TEUs, com crescimento de 14% sobre a movimentação registrada em igual período do ano passado. “O avanço no volume de cargas operado já é reflexo na melhoria das condições de acesso e das profundidades alcançadas pela dragagem de manutenção”, explica o diretor Executivo do Porto de Itajaí, Heder Cassiano Moritz.

    Do total das cargas operadas no bimestre, o Porto Público e APM Terminals Itajaí (APMT) movimentaram 66,19 mil TEUs, com avanço de 14%. Já a Portonave Terminal Portuário Navegantes 103,73 mil TEUs. Com relação ao fluxo das cargas, 51% das operações foram importações e 49% foram exportações. Os frangos lideram a pauta de exportações do Complexo, enquanto as importações são lideradas pelos produtos mecânicos e eletrônicos.

    “Os números registrados no primeiro bimestre geram um cenário bastante positivo para o Complexo Portuário do Itajaí no ano de 2014, quando devemos operar aproximadamente 1,2 milhão de TEUs. No entanto, é necessário que fiquemos atentos a continuidade dos investimentos programados para o Porto de Itajaí, que são as obras de reforço e retificação dos berços 3 e 4, a construção de nova bacia de evolução e adequação dos acessos e as dragagens de manutenção, para nos mantermos competitivos nos mercados regional e nacional”, diz o superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Antonio Ayres dos Santos Júnior.

    Terra


© SABER GLOBAL - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por SUED Design